Monday, December 04, 2006

Mesa pra um



- Toca.
Extasiada e ajoelhada, a mulher hesitou. Exibindo a perfeição de uns seios quase matemáticos, era como uma espécie de parente ancestral reverenciando a um deus antigo. Ele riu, pego de
surpresa pela semelhança.
- É macio.
- Sim.
- Não dói?
- Não.
- Consegue mexer?
O homem fez uma imperceptível careta.
- Que engraçado.
- Você foi a primeira, sabe?
- Primeira?
- A primeira que não fugiu.
- Por que fugiria?
- Não sei, pergunte às que fugiram.
Foi o que ele disse. A cauda, discreta, mas decidida, sacudia lentamente, como o braço de uma marionete.
- Já está na minha hora. Preciso ir.
-O dinheiro tá em cima da mesinha.- foi o que ele disse ao colocar a roupa.
- Não dói?
- Já disse que não.
- Digo, não dói pra colocar dentro da calça?
- Não. A consistência é quase como a de um pau. Dobra fácil.
Ela sorri da semelhança.
- A gente se fala.
- Com certeza.
Dentro do apartamento, já sozinho, ele se pega sorrindo meio bobo. Perigoso. Perigosa. E acorda, afinal.
“Fugiria...Por que fugiria...”
Uma puta amiga do futuro do pretérito?
Corre à janela e fixa o olhar na rua molhada pela chuva ridleyscotiana.
Mas, claro, óbvio, que ela já foi.
Porque a moça, como ele, esconde um rabo dentro dos jeans. Um rabo firme e experiente, um rabo que os faz diferentes. Uma diferença que lhes guarda surpresas e missões. A serem reveladas em breve.
É o que ele pensa enquanto acende o último cigarro do maço. E deixa a fumaça correr janela afora.

9 Comments:

Blogger Branco Leone said...

Raiva nada! Pouca vergonha, isso sim! Eu não leio blog, vivo dizendo e ninguém acredita. Mas não leio por falta de tempo, isto anda uma loucura. Prometo melhorar, juro. Abração procê.
(Em tempo: as flores estão aqui na caixa postal, cridita? Li boa parte noutro dia, gostei muito. Quando chegar ao final, escrevo.)

4:27 AM  
Anonymous Thiago de Góes said...

Sinistro...

4:52 AM  
Blogger b. said...

hehe...
cao que late nao morde.

11:05 AM  
Anonymous Ro said...

"One more kiss, dear..." bom demais!

5:13 AM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

tal ele/qual ela...por isso não fugiria, claro que não.
beijosssssssss

11:58 AM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Feliz Natal!
meu carinho
beijossssssss

1:04 PM  
Anonymous Estela Fonseca said...

_________________*(*)*
________________*FELIZ*
_______________**NATAL*
______________*PROSPERO*
_____________*ANO**NOVO*
____________**Natal*é*tempo*
___________**de**compaixão***
__________*****Fraternidade****
_________******Muito*AMOR*****
________**Que*você**não*perdoe**
_______**APENAS*N0*NATAL**MAIS**
______****SIM**CONSTANTEMENTE****
_____*E*SUA*VIDA*SE*ENCHERA*DE*LÚZ*
____*ALEGRIA***ESPERANÇA***E***AMOR*
___*QUE**ESTES**SENTIMENTOS**ESTEJAM*
__*PRESENTES*NESTE**MARAVILHOSO*NATAL*
_**E**SEMPRE**EM**TODA***A***SUA**VIDA*
_**MUITAS*FELICIDADES****DEUS*TE*ABENÇOE*
_______________***Amor***
______________****PAZ*****
_____________*PROSPERIDADE*
____________***FELICIDADES***

9:13 PM  
Blogger Chica said...

rabo de ponta de seta!

7:06 PM  
Anonymous Anonymous said...

Éeee...o cabra anda macabro mesmo...e o livro? E o livro?!
De vez em quando apareço, tá vendo? Hahahahaha
(Lis)

9:13 AM  

Post a Comment

<< Home